Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde
JORNAL POLO PAULISTANO EM FLASH

O Traidor

Poetisa Riselda Morais

A traição é trevas que invade a emoção
Trazendo lágrimas, acabando com a paixão
Daninha erva, a brotar na escuridão
matando o brilho, semeando a incerteza
A ferir, a magoar com intenção

Impiedosa ao trazer tanta tristeza
espalhando rapidamente ira e dor
Troféu que o infiel ergue orgulhoso
Se achando o “esperto”, o “gostoso”!
Por provar seu terrível desamor
Zombando daquela a quem feriu
Destruindo o que antes construiu
Decepcionando a quem nele acreditou
Porém tudo que ele conseguiu
foi perder a quem ele traiu
foi perder um verdadeiro amor

Mal sabe o mentiroso, o traidor!
Que sua vítima se fortaleceu
Cresceu com a mágoa e a dor
Foi ela quem se enalteceu
A ingenuidade que ele roubou
Matou um amor que era só seu
Cada lágrima que ela chorou
Foi uma lição de vida que aprendeu
O amor próprio cresceu...
Aumentou... a encorajou...
E a menina traída se transformou
Em mulher que amadureceu;
Experiência com isso ela ganhou
E um lindo dia amanheceu,
Provando que a natureza
Aumentou sua beleza
Interna e exterior
Finalmente ela se olhou
Logo se surpreendeu
Seu amor à vida aumentou
O sonho permaneceu
Sorriu... E não mais chorou,
Logo se envaideceu
Sem se arrepender pelo o sincero amor
Que um dia lhe ofereceu
As boas lembranças, sim, ela guardou
mas o amor que lhe dava, ela deixou
no passado que com ele Morreu!

Poesias registradas - Todos os direitos reservados à autora e poetisa Riselda Morais . Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Blogger de Notícias

Blogger de Poesias

Twitter
VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais