Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde
JORNAL POLO PAULISTANO EM FLASH

Mulher, Menina

Poetisa Riselda Morais

Sou uma mulher, menina,
sou forte e sou feliz
uma guerreira, felina
contente com o que fiz

Sou uma mulher, menina,
que já fez tudo que quis
porém chegou o destino
e me fez de aprendiz

Chegou como um furacão
se impôs como um vendaval
rompeu o meu coração
não esperou meu aval

Meu coração abateu
sem piedade, sem dó
nem me perguntou se eu
gostava de sentir-me só

Trouxe um amor que ardeu
amor que trouxe a dor
um amor que se perdeu
que acabou ou partiu
virou cinzas pois queimou

Sou uma mulher, menina,
que nem faz tudo que diz
já sou menina crescida
que conhece um pouco da vida
mas Mulher, menina, ainda sou!

Poesias registradas - Todos os direitos reservados à autora e poetisa Riselda Morais . Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Blogger de Notícias

Blogger de Poesias

Twitter
VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais