Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde
JORNAL POLO PAULISTANO EM FLASH

Um eclipse em meu coração

Poetisa Riselda Morais

A minha volta tudo era tão lindo
vejo o dia tão claro, ensolarado
pássaros cantando, plantas florindo
a perfeição e o belo consagrado

Lembrando nos dois, feito boba eu ria
sozinha, para o tempo e para o espaço
ser feliz era tudo o que eu queria
conseguiria se tivesse coração de aço

Não esperava uma negra nuvem
que fez o meu mundo escurecer
a tarde tornou-se triste e fria
e meus olhos logo fizeram chover

Vendo as folhas secas cair
e tão lindas flores murchar
os meus lábios parar de sorrir
todas as minhas lágrimas secar

Da noite mal dormida, o despertar
faz-me buscar outra vez a felicidade
perceber-te sem angustia ou saudade
como um eclipse em meu coração

Uma vez que os astros se alinharam
fez-se terremoto a minha emoção
tão logo o eclipse eles formaram
meus pensamentos viram furacão

Lentamente a lua e o sol se afastaram
e minha vida voltou a se iluminar
os pássaros e as borboletas voltaram
a cantar e voar em meu pomar

Não passou em meu pensamento
que um dia eu quisesse tanto
aproveitar cada momento
da vida com todo seu encanto

O eclipse mostrou-me que o pranto
é veneno em plena madrugada
mais vale ver a lua cheia e branca
sonhar e acordar emocionada

Que amar a pessoa errada
e sofrer com este sentimento
tampouco sentir-se abandonada
ou culpar, sentir arrependimento!

 

 

Poesias registradas - Todos os direitos reservados à autora e poetisa Riselda Morais . Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Blogger de Notícias

Blogger de Poesias

Twitter
VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais