Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde
JORNAL POLO PAULISTANO EM FLASH

Amor Silenciado

Poetisa Riselda Morais

Há um quê, de querer e não querer
Há um porquê, de amar ou não amar
Há uma dor de viver e não se ter
a vontade de pertencer, o desejar

Há vontade de dizer o que se sente
verdade não se esconde com o olhar
mas quando fala parece indiferente
pensa esquecer, ao fingir e se calar

Há a verdade constante na mente
que insiste em dizer, o que é amar
envolta em fantasias simplesmente
isto é o amor e não adianta negar

Ah, se na vida sonhar bastasse
ah, como é bom querer e encontrar
se o querer um do outro adivinhasse
não precisávamos o amor disfarçar

Se um dia minha alma contar-te
o que quero e não ouso falar
não mais terei medo de amar-te
pois verei que estás a me amar

Assim tão logo interesse revelasse
sonhos começariam a se realizar
quando corpo e alma se encontrasse
o universo estaríamos a completar

Quando há reciprocidade no amor
O amor ingênuo, vale a pena viver
o amor sereno, para toda vida ter
amar com inocência e sem dor

Amar-te com cumplicidade
permitindo fluir toda a pureza
deixando que a ingenuidade
mostre-nos do amor a beleza

Se um dia o amor idealizado
substituir no coração a frieza
trocar pelo o real, o imaginado
aquecer o coração é certeza

Se o amor é apenas fantasia
para ti devo parecer insana
mas saiba que ele contagia
e pode ensinar como se ama

É preferível um amor ousado
que faz-se perceber com emoção
a um amor que morre calado
com medo de abrir o coração

Quando o amor estiver contigo
e veres que nele não há razão
lembrarás que estará comigo
uma parte chamada de paixão

Pensarás se tivesse tido
permitido-se viver essa paixão
terias em tua vida refletido
a luz de um dia de verão

Perceberás o anoitecer
chegando com a solidão
mas logo ao amanhecer
novas flores se abrirão

Quem sabe as contemplarás
percebendo quão singelas são
e tua forma de pensar mudarás
e ser feliz será tua missão

Verás que na vida há verdade
quando há também a sensação
de ter com o amor a intimidade
de se entregar, sentir, interação

Quando buscares a felicidade
e perceberes toda a imensidão
do sentimento, a grandiosidade
quando se tem amor no coração!


Poesias registradas - Todos os direitos reservados à autora e poetisa Riselda Morais . Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Blogger de Notícias

Blogger de Poesias

Twitter
VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais