Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde
JORNAL POLO PAULISTANO EM FLASH

Três Tempos

Este ano;
Ano passado;
O ano que vem!

Mais um ano aproxima-se,
Enquanto um começa a dizer adeus,
o outro diz olá, se aproxima cheio de esperanças,
projetos, planos, sonhos, desejos de realizações.

É uma vida em três tempos:
passado, presente e futuro.
Quando olho o passado não olho quantas vezes cai,
mas quantas vezes levantei, ergui-me.

Quando me lembro dos amores,
não lembro quantas vezes
Decepcionei-me,
mas quantas vezes: - Amei.

Lembro do que sonhei;
vejo o que realizei,
não deixo o sonho de lado,
busco...resgato o passado.

Não me deixo desistir,
se vale a pena insistir;
mas, se mesmo assim...
eu não conseguir...

Ah! Eu vou persistir
até adquirir tudo que é desejado,
desde que em ninguém
eu tenha pisado.

Quando olho o presente,
imagina o que se sente
ao ver toda essa gente bonita?
Percebo então o que sinto,
penso em tudo o que mais quero.
“O que quero e como alcanço”?
É lógico que também canso,
mas lembro do meu descanso
e descanso como puder.

Diante do medo...não desisto;
Diante do erro...Não insisto.
Diante da verdade...Sigo.

Diante da vontade ...consigo.
Do obstáculo, supero;
da insegurança, espero.
Diante da dor, compadeço-me;
da saúde, agradeço;
diante da pobreza vale a simplicidade;
da riqueza, a generosidade;

Diante do egoísta, sinto pena;
do arrogante, enojo-me;
da maldade, lamento

Diante da bondade
vejo que a vida vale à pena,
que o mundo tem salvação,
Alegro-me.
Diante da conquista, sorrisos mil;
da vitória, o triunfo.

Quando olho o futuro vejo a certeza da luz do luar;
sinto o calor do sol;
admiro o brilho das estrelas;
ouço as ondas do mar;
sinto a brisa do vento acariciar minha pele;
Ouço o cantar dos pássaros,
a chuva cair e agradeço
pela certeza da existência
de cada um desses elementos,
Confio em cada passo seguro,
pois o futuro é a recompensa
do meu presente
e o reflexo do meu passado.


Poesias registradas - Todos os direitos reservados à autora e poetisa Riselda Morais . Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Poetisa Riselda Morais

 

Blogger de Notícias

Blogger de Poesias

Twitter

VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais