Pólo
O seu jornal de notícias impresso e na internet!

JORNAIS DA EMPRESA JORNALÍSTICA ACRM

Home Contato Culinária Diversão Editorial Educação Empresa Imóveis Negócios Notícias Parceiros Poesias Policial Política Saúde

Vila Madalena recebe câmeras de alta tecnologia para monitorar carnaval de rua

Iniciativa da sociedade organizada, setor privado e poder público vai instalar 12 câmeras de alto desempenho nos principais pontos da festa, que começou neste final de semana e vai até 05/03 (pré-carnaval, carnaval e pós-carnaval)

 
Com mais de 80 blocos esperados, os moradores da Vila Madalena reforçaram a operação de segurança do bairro durante os dias de folia com o projeto SEGD’BOA – iniciativa da sociedade civil organizada em parceria direta com a Segurança Pública. Juntos, a operação conseguiu a doação de 12 câmeras IP (sendo 6 modelo Speed Dome e 6 modelo Bullet) da Dahua Technology, principal fabricante chinesa de soluções de segurança, que irá colaborar com a operação na festa.
Entre os destaques das câmeras um poderoso zoom óptico de 30x permite ver com nitidez detalhes dos rostos das pessoas e possíveis tumultos, durante o dia e na escuridão. “As Speed Domes ajudam muito na identificação das pessoas, e na operação de dispersão das pessoas, a Polícia Militar pode tomar ações precisas baseadas nas informações ao vivo de cada local monitorado”, explica o consultor de T.I do projeto SEGD’BOA, Roberto Rocha.
As imagens das câmeras recebidas e também de outras câmeras de propriedade de moradores e comerciantes serão monitoradas através de um container posicionado entre as ruas Mourato Coelho e Inácio Pereira, que servirá como central. As imagens serão assistidas em tempo real pela Polícia Militar, que também ajudou a escolher os pontos que receberam os equipamentos, junto com a Prefeitura Regional de Pinheiros.
Os pontos de concentração de câmeras são nas ruas onde a população se concentra nos bares tradicionais do bairro Vila Madalena: Rua Morato Coelho, Rua Aspicuelta, Rua Fradique Coutinho, Rua Belmiro Braga, Rua Wisard e Rua Inácio Pereira.
“Estes locais foram escolhidos levando em consideração a quantidade de pessoas em horário de pico e, principalmente, no momento de orientação deste público ao melhor deslocamento para alcançarem a Estação do Metrô mais próxima”, diz Rocha. Estima-se que, aproximadamente, 50 mil pessoas são esperadas na região que concentra a Operação Carnaval.
“Com a tecnologia adotada este ano, será possível não apenas acompanhar a multidão em tempo real, mas também aproximar as imagens e seguir suspeitos – as câmeras da Dahua contam com recurso de auto-tracking”, diz Bruce Wu, diretor geral da Dahua Technology Brasil.
Os moradores são parceiros e apoiam toda a operação, conta Roberto Rocha. “Com o trabalho conjunto entre a sociedade organizada, poder público e iniciativa privada, fica melhor e mais fácil atingir os objetivos comuns. A zeladoria e a segurança são desejadas por todos”, finaliza.
VOLTAR

ATENÇÃO: Melhor visualização em resolução de 1024x768

© Riselda Morais